Como a imaginação não tem limites neste blog podem ver desde receitas, artesanato a uma panóplia de coisas

16
Jun 17

Papas de aveia.jpg

 Já repararam que todas as figuras públicas têm uma receita de papas de aveia? as papas estão na moda!! estão na moda em Lisboa, estão na moda em Nova York. E até se percebe esta tendência!. A aveia é um alimento funcional, ou seja, além de fornecer substâncias essenciais ao organismo ela é capaz de prevenir um número considerável de doenças. A aveia ajuda a controlar o colesterol e a normalizar as taxas de açúcar no sangue. Ainda fortalece o sistema imunológico.

As papas podem ser feitas no dia anterior e permitem bastante criatividade nos toppings. Vou variando e coloco passas, bagas godgi, nozes, amoras e iogurte natural por cima.

A consistência vai depender dos flocos utilizados. Gosto das minhas papas cremosas e por isso uso flocos de aveia finos da naturefoods.

aveia.jpg

Umas vezes cozo as papas com cacau magro bio em pó (também da Naturefoods) e outras com cúrcuma. A cúrcuma é um poderoso anti-inflamatório e assim beneficio logo de manhã das suas propriedades. Para que fiquem mais saborosas nunca cozo a aveia em água mas sim em leite vegetal. O meu preferido é o leite de coco e arroz da Isola.

leite de coco e aveia.jpg

 Ingredientes:

1 chávena de flocos aveia

3 chávenas de leite vegetal à vossa escolha

1 colher de café de cúrcuma em pó

3 fatias de abacaxi desidratado (opcional)

Instruções

Coloque uma panela com o leite em lume brando. Quando começar a ferver junte a aveia e a cúrcuma. Baixe o lume e vá mexendo. Ao fim de 10 minutos, desligue o lume e sirva. Enfeite as papas com fatias de abacaxi desidratado ou o que preferir.

 

 

 


17
Mai 16

 

DSC_0320.JPG

 

 A luta com o cabelo da minha filha continua e por isso ando sempre a experimentar novos tratamentos e produtos (ver aquiaqui).

O cabelo afro ou encaracolado exige cuidados específicos para manter a definição dos caracóis e para impedir que fique demasiado seco. Porque quando este tipo de cabelo fica muito seco gera aqueles nós feios, dificultando o seu cuidado. Pessoalmente não acho necessário pentear o cabelo da minha filha todos os dias e prefiro faze-lo com o cabelo molhado (assim, o fio quebra-se menos). Opto por lhe passar diariamente um spray feito à base de leave-in, água e um óleo e desembaraçar com os dedos. Resultado: ela fica satisfeita porque não a magoei e adora ver o cabelo cacheado.

Spray desembaraçante

Pequeno frasco de spray

2 colheres de sobremesa leave-in (usei o redutor de volume da Capicilin porque tem poucos químicos)

1 colher de sobremesa de óleo de amêndoas

2 gotas de óleo essencial de tea tree

água mineral

Instruções

Juntem todos os ingrediente e acrescentem a água. Abanem o frasco antes de usar.

spray.jpg

 

 


12
Mai 16

sopa favas.jpg

As sopas à base de vegetais são uma excelente opção nutricional já que contêm diversos nutrientes. Significa que temos uma panóplia de nutrientes importantes, incluindo vitaminas e minerais, e poucas calorias. Numa época em que somos "invadidos" por alimentos extremamente calóricos e com poucos nutrientes, como o pão branco, os salgados, os refrigerantes e os fast foods é importante ingerirmos alimentos que contribuam para melhorar a nossa saúde.

Estudos têm demonstrado repetidamente que quando comemos sopa antes da refeição principal, estamos a consumir 20% menos de calorias por refeição. A razão é simples. Basicamente a maior parte da sopa, devido à sua composição sacia-nos e assim comemos menos. A sopa também ajuda a regular o aparelho digestivo e com a sua ingestão obtemos o número de nutrientes essenciais que precisamos diariamente.

Naturalmente as sopas caseiras são a melhor opção. Desta forma você pode controlar o tipo e a quantidade de legumes, assim como pode reduzir o sal e outros aditivos que as sopas pré-preparadas contêm.

Aqui por casa abusa-se da sopa: quer seja de feijão, espinafres, beterraba, etc. Aprendi com os meus avós que qualquer hora é boa para se comer um generoso prato de sopa. Só não me ofereçam sopa de carne (ai a sopa do cozido...) ou com natas (lembro-me, horrorizada, da minha experiência desastrosa numa feira de Amish em Lancaster, Pensilvânia, Estados Unidos, e a banca das sopas biológicas. As sopas em tamanho XL, eram todas feitas com natas e eu não me apercebi disso)

Tinha o congelador cheio de pacotes de favas (manda-se um homem às compras e em vez de ervilhas traz-nos favas, em grande quantidade) e tinha que as usar. Lembrei-me da deliciosa sopa de favas  da minha avó paterna e decidi copiar a receita.

Ingredientes

1 quilo de favas (de preferência frescas)

1 cebola

2 dentes de alho

meia courgette

azeite, q.b

um molho de coentros picados

Instruções

refoguem a cebola e os alhos (é a forma menos saudável de fazer a sopa mas é também a mais saborosa). Juntem as favas e água suficiente para as cobrir. Esperem 20 minutos. Depois de arrefecer triturem a sopa. Passem a sopa por um passador para que não fiquem cascas das favas (não consigo comer as cascas). Levem novamente ao lume e juntem a courgette cortada muito finamente, assim como os coentros. Deixem estar ao lume mais 5 minutos, de forma a que a courgette fique crocante.

 

publicado por Susana às 19:48

17
Nov 15

Para um pequeno almoço repleto de saúde, e que pode levar com você, pegue num pote e tente estas receitas nutritivas. Muitos podem ser feitos no dia anterior ou no domingo. Tudo que você precisa fazer é juntar os ingredientes, pegar no pote cheio, juntar uma colher e sair porta fora. Assim, terá um pequeno-almoço saudável e caseiro não importa o quão caótico o seu dia é.

For a health morning meal that will also stay with you, grab a mason jar and try these nutritious recipes. Many can be made ahead of time, in the night before or on Sundays. So all you need to do is grab the filled jar and a spoon on your way out the door, and you have a fresh, healthy, homemade breakfast, no matter how hectic your day is.

potes.iogurtes.jpg

 

Ingredientes:

Coloquem no fundo de um pote algumas colheres de aveia a que vão juntar leite (de vaca, de soja, de amêndoa, etc.). Deixem de um dia para o outro.

No dia seguinte juntem:

puré de maçã

iogurte grego natural

mirtilos

nozes partidas aos pedaços

Ingredients:
Place at the bottom of a mason jar a few tablespoons of oatmeal and milk (cow, soy, almond, etc.). Let it overnight.

The next day mix:
applesauce
natural Greek yogurt
blueberries
broken nuts

Mason jar.jpg

 Outra receita:

Coloquem no fundo do pote algumas sementes de chia, juntem leite. Deixem de um dia para o outro até que fique com a consistência de um pudim.

No dia seguinte misturem:

alguns pedaços de manga

iogurte natural

figos secos

passas de uva

pedaços de avelãs

Another recipe:
Place at the bottom of the mason jar  chia seeds and milk. Let it overnight until it gets the consistency of a pudding.
The next day, mix:
some mango pieces
natural yogurt
dried figs
raisins
bits of hazelnut.

 

 


03
Ago 09

 Agora que estou de férias apetece-me ainda mais cozinhar. Andei a matutar numa bavaroise vegetariana. Tinha que a fazer. A ideia era uma sobremesa de morango, mas estou em Fernão-Ferro e foi impossível achá-los. Entretanto, andei a apanhar amoras e fiz dois potes de doce maravilhoso.

 

Quando me lembrei de tirar esta foto, ja a bavaroise ia a meio

 

6 porções
 
Ingredientes
Metade de um ananás
3 dl de água
300 g de açúcar mascavado (ou 150 g de frutose)
2 c. sopa de agár-agár
4 dl de natas de soja
 
Preparação
Descasque o ananás. Coloque metade num tacho. Junte água e metade do açúcar. Leve ao lume até o liquido reduzir para metade. Reserve a calda e a fruta. Coe e deixe arrefecer a calda. Adicione-lhe o agár-agár. Leve ao lume até derreter.
Coza em lume brando o restante ananás aos cubos com o açúcar de sobra e um pingos de água. Retire do lume e deixe arrefecer. Reserve.
Junte a calda com o agár-agár, o anãs cozido reservado em primeiro lugar e as natas e triture tido muito bem (atenção aos fios do ananás). Deite numa forma redonda para gelatina leve ao frio até solidificar. Depois de a desenformar decore o prato com pedaços de ananás e hortelã. Sirva fresco.
publicado por Susana às 14:48

17
Jul 09

 

Segue mais uma receita.
Aqui em casa estamos com colesterol alto. Por isso tenho feito mais comida vegetariana apesar do meu marido não ser fã.
Esta receita resultou muito bem, apesar de ter feito algumas mudanças. Todos gostaram muito
 Hamburgeres de Okara com Milho
Ingredientes:
1 cebola pequena
1 chávena de okara (=os restos da soja que fica de quem faz leite de soja em casa)
1 cenoura  (substituí por cogumelos bio)
½ chávena de milho doce (substituí por courgette)
1 chávena de flocos de aveia integral
2 colheres de sopa de farinha de soja integral
2 colheres de sopa de sementes de sésamo
sal q.b
ervas aromáticas q.b

Preparação:
Numa taça, mistura a cebola picada, a cenoura ralada (ou a cougette), a okara e o milho (ou os cogumelos frescos). Mistura muito bem e junta os flocos de aveia, a farinha de soja e as sementes de sésamo. Tempera a gosto.
Se a mistura estiver muito líquida, adiciona flocos de aveia, se estiver muito seca acrescenta leite de soja.
Forma hambúrgueres (molda pequenas bolas de massa e depois achata-as) e leva-os a assar no forno num tabuleiro forrado com papel de alumínio untado com um pouco de azeite. Quando os hambúrgueres estiverem crocantes de um lado, vira-os com a ajuda de uma espátula.

Acompanhei com um molho de iogurte (iogurte batido com nozes e um pouco de molho de soja)

 

Cookies de Okara

 

Como faço muitas vezes leite de soja, tenho sempre em casa Okara. Esta receita resulta bem. Os bolinhos ficam uma delícia.

 

Ingredientes

100g de okará
60g de farinha de trigo integral
3 colheres (sopa) de mel
30g de passas
uma pitada de canela em pó

Pré-aqueça o forno a 160oC.
Forre uma assadeira com papel manteiga.
Misture todos os ingredientes e depois amasse bem até incorporar todos os ingredientes. Molde as bolinhas e coloque no tabuleiro do forno. Leve ao forno por cerca de 30 a 40 minutos. Deixe a esfriar.

publicado por Susana às 15:41

25
Mai 09

 

Com a vinda da Esmeraldinha comecei a preocupar-me ainda mais com a qualidade da comida. Ela já gosta muito de pão (sai ao pai!!!). Mas o pão à venda nem sempre é muito bom, com excepção daqueles que encontramos no Celeiro, a um preço excessivo.
Na nossa família há várias pessoas com máquinas de pão e a apresentar excelentes resultados. Lá me decidi a comprar uma máquina na Worten, da Clatronic. O pão é de facto muito bom mas ainda ando a experimentar as sementes de sésamo, as de girassol.
As farinhas próprias para máquina, do Continente e do Liedl fazem um pão óptimo mas possuem muitos ingredientes que não me agradam (os E). Prefiro fazer o meu pão, o mais saudável possível.
Deixo aqui o resultado de algumas das minhas experiências, assim como os preços de alguns produtos utilizados.
 
Broa de Milho
- 600ml de água mineral;
- 10g de sal marinho;
- 500g de farinha de milho integral (0,90€);
- 250g de farinha de trigo, Tipo 65, Nacional (0,69€);
- 10g de fermento activo biológico, Bioreal (0,80 €);

Coloque os ingredientes pela ordem indicada. Use o programa  2 (3h50 no meu caso). Esta broa não é indicada para fazer um pão "programado" para o dia seguinte pois existe o risco da massa não ficar bem. É conveniente "ajudar" a máquina no processo de mistura com uma colher de pau para garantir que a massa fica realmente uniforme.
Outros conselhos:
- para conseguir uma côdea estaladiça, escolha um modo "bem cozido", retire o pão da "panela" assim que acabar a cozedura e corte uma fatia para libertar o vapor em excesso;
Pão de Mistura
Custo aproximado: 1,37 €
 
- 350 ml de água
- 10 g  de sal
- 300 g farinha trigo integral nacional
- 200 g de farinha centeio integral celeiro
- 1 tablespoon de fermento de padeiro fresco
 
Coloque os ingredientes pela ordem descrita em cima sem os misturar. Use o modo para pão integral, cor II, quantidade II.
Quando apitar coloque 2 tablespoon de semente de girassol. Mais tarde coloque meia  tablespoon de semente de sésamo pretas.
 
Resultado – macio, fofo mas insonso pois só coloquei uma pitada de sal. Não cresceu muito.
O site http://www.lusitana.pt tem óptimas receitas.
 
A Piza feita na máquina
 
 
Ingredientes:
300 ml de água
3/4 colher de sopa de sal
1 colher sopa azeite
450 g de Farinha Trigo 55
2 colheres sopa açúcar
1 pacote fermento padeiro
 
Misture os ingredientes na máquina. Depois de a retirar da máquina deixe-a fermentar durante 10 minutos. Dé-lhe uma forma redonta e coloque-a numa forma. Espete várias vezes um garfo na massa.
A seguir fiz um molho de tomate (cortar tomate aos pedaços, misturar azeite num tacho e alho; deixar cozer); por cima desse molho inseri cogumelos frescos, azeitonas e atum e muitos oregãos. Por cima meti queijo Lamiano. Levei ao forno durante 20 minutos
A pizza ficou alta e fofa como eu gosto, como aliás podem ver nas fotos.
 
 


 
publicado por Susana às 13:30

Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


facebook
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

20 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO