Como a imaginação não tem limites neste blog podem ver desde receitas, artesanato a uma panóplia de coisas

01
Jul 16

roda_padrao Portugal.jpg

A diabetes é uma doença muito séria. Por ano morrem diversas pessoas devido à doença. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o número total de óbitos por diabetes mais do que duplicou entre 1983 (1237 mortes) e 2013, registando-se um crescimento médio anual de 4,4% neste período de tempo. Além da herança familiar, o excesso de peso, a obesidade, a hipertensão e o sedentarismo são os maiores factores de risco da diabetes.  A diabetes Tipo 1 é causada por factores genéticos e outras variantes desconhecidas e a Tipo 2 tem origem na genética e em estilos de vida pouco saudáveis.

Os açúcares pertencem quimicamente ao grupo dos hidratos de carbono. O organismo humano precisa de hidratos de carbono como fonte de energia em vários processos que acontecem no metabolismo (45-60 gramas por refeição). Temos os monossacarídeos e polissacarídeos, ou seja, hidratos de carbono simples e hidratos de carbono compostos ou complexos. Os polissacarídeos são melhores que os monossacarídeos pelo fato de que não deixam subir os níveis de glicose no sangue tão rapidamente. Portanto, evitam os picos de glicemia.

Segundo a Associação Americana da Diabetes os diabéticos de Tipo 2 podem consumir um pouco de açúcar mas de uma forma bastante equilibrada e em conjunto com uma dieta saudável (ver algumas receitas de sobremesas saudáveis: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui). Têm que ter atenção que não existe açúcar para diabéticos e que os açúcares não são todos iguais. Alguns são mais favoráveis ao desenvolvimento dos níveis glicémicos que outros.

O açúcar mascavado ou a stévia são dos mais aconselhados. Além disso existem substâncias substitutas do açúcar como adoçantes para diabéticos, que são autênticos venenos, com base sintética (aspartame, ciclamato de sódio etc.).

Alimentos e bebidas a evitar

.Comida processada porque contém açúcar e excesso de sal

. cereais adocicados (cuidado porque a maioria contém que se encontra nos mercados contém excesso deste produto disfarçado sob diferentes nomes. Têm que saber ler os rótulos quando vão às compras)

. doces  e salgados de pastelaria

. café com açúcar

. refrigerantes e sumos

. bebidas energéticas

. chás adocicados

leitura-dos-rotulos-de-alimentos.jpg

 A dieta ideal para pessoas com diabetes 2

 Um plano de refeição saudável para as pessoas com diabetes é geralmente o mesmo que uma dieta saudável para qualquer um - pobre em gordura saturada e trans, moderada em sal e açúcar, com refeições à base de proteína magra (frango sem pele, peru, leguminosas), grãos integrais, gorduras saudáveis (por exemplo azeite biológico e óleo de coco virgem) e fruta. Os alimentos diabéticos e "dietéticos" geralmente não oferecem benefícios. A maioria deles podem elevar os níveis de glucose no sangue e são geralmente mais caros.

Links úteis

Portal da Diabetes

Observatório Nacional da Diabetes

publicado por Susana às 14:35

29
Mai 16

bolas de feijão2.jpgNo outro dia a Esmeralda e uma amiga explicavam-me que tipo de alimentos os colegas levavam para a escola: pacotes de batatas fritas, barras de chocolate, rebuçados, etc. Não sei o que se passa na cabeça destes pais!! depois admirem-se se os filhos se tornarem obesos ou diabéticos.

Normalmente envio fruta, frutos secos, tomate cherry, pedaços de cenouras e as barras energéticas caseiras. Amanhã vai levar algo diferente: bombas de feijão vermelho com cacau. E porque é que lhes chamo bombas? o feijão vermelho é riquíssimo em fibras, manganésio, proteínas, ferro, fósforo, potássio, magnésio e vitamina B1. O ferro contido nesta leguminosa ajuda na recuperação de anemias, a fibra da casca do feijão ajuda a regular o funcionamento do intestino, e o cálcio ajuda na recuperação da osteoporose. Por conter uma quantidade considerável de ferro o feijão aumenta a energia. Já para não falar na importância que a vitamina B1 tem para um adequado funcionamento do cérebro. 

Percebem agora a importância de incluir feijão na alimentação das nossas crianças?

Ingredientes:

Meio copo de aveia integral

Meio copo de leite vegetal ou se preferirem de vaca

453 g de feijão vermelho (ou outro) cozido e escorrido

4 colheres de sopa de cacau integral magro

meio copo de castanhas do Pará

2 colheres de sopa de stevia

1 colher de sobremesa de canela

2 colheres de sopa de cranberries

Para decorar

Cacau magro

bagas godji

sementes de linhaça

amêndoas

passas

bolas de feijão.jpg

Instruções

Passem bem o feijão até ficar com a consistência de um puré. Passem a aveia e a castanha do Pará até que pareça farinha. Juntem ao feijão o cacau, o leite, a stévia, a canela, a aveia e a castanha e vão mexendo até ficar tudo bem misturado. Por último juntem os cranberries e voltem a mexer. Moldem pequenas bolas.

Untem com um pouco de azeite uma forma, para que não pegue, e coloquem as vossas bombas na forma. Decorem e coloquem no frigorifico pelo menos uma hora antes de as comerem.

 

         
         
         
         
         
         
         
         
         
 

Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


subscrever feeds
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

18 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO